Como estamos degustando vinhos

Vinho sempre fez parte da minha vida. Minha mãe amava e, pouco depois que ela começou a estudar vinhos, eu me mudei para Bordeaux, na França. Lá eu fiz alguns cursos, visitei vinícolas, châteaux e “bar-à-vins”, bebi MUITAS garrafas, e posteriormente conheci ainda a Cité du Vin, uma experiência maravilhosa mandatória para quem ama vinhos mesmo. Ainda escrevo um post inteiro sobre a Cité du Vin.

La Cité du Vin, em Bordeaux

Isso tudo atiçou muito a minha vontade de aprender mais sobre o assunto. Verdade seja dita: eu sou uma entusiasta do vinho, adoro beber, mas conheço pouquíssimo – e o que eu sei é sobre a região específica de Bordeaux.

Meu namorado sempre soube disso, e tem não só me acompanhado, mas me incentivado na tentativa de aprender mais. E um dos primeiros passos desse incentivo foi um livro: Wine Folly – o Guia Essencial do Vinho da Madeline Puckett

Image result for madeline puckette book
Madeline Puckette e sua obra, Wine Folly

Esse livro, que já foi traduzido para o português e tem para vender em qualquer livraria, é lindíssimo e MUITO didático, genial para quem está começando. Ele tem os princípios básicos ilustrados de uma maneira acessível a qualquer “gente como a gente”. Os tópicos vão desde “como escolher o copo certo”, “etapas da degustação”, “cores”, “harmonização”, até fichas detalhadas das regiões e de mais de 50 tipos de uvas. Antes de abrir um vinho hoje, eu e o Pedro já vamos ver a página dele no livro para saber o que procurar na degustação.

IMG_20170628_093043
Ficha do Cabernet Sauvignon

Junto com esse livro, o Pedro me deu um caderno Moleskine convencional para tomarmos nota de cada degustação conforme o livro sugere, mais ou menos assim:Capturar.JPG

A princípio essa ideia parecia genial, mas na verdade a gente não tinha muito um norte de como começar a escrever, então acabamos deixando ele quieto. Foi quando Pedrinho surgiu com uma ideia melhor:

Ele encontrou na Imaginarium um caderninho de notas que já vem com os campos para nós preenchermos:

Assim o processo de tomar notas ficou muito mais fácil para nós, newbies. Preenchemos a primeira página antes e a segunda página após degustar, e colocamos também as notas que sentimos mais presença. Claro que a ideia é evoluir e tomar notas mais livres e elaboradas, mas achei que foi um começo digno e empolgante.

IMG_20170628_092946

Outra ferramenta de apoio que eu tenho usado principalmente na hora de escolher um vinho é o aplicativo Vivino, um app completinho com diversas resenhas de pessoas que conhecem muito do assunto.

Image result for vivino

Claro que ninguém vai virar expert fazendo essas coisas – o caminho é muito mais longo, mas dá pra dar os primeiros passos. As pessoas associam conhecimento de vinho com arrogância, mas não precisa ser assim. Ainda acho a melhor parte do vinho ser a parte social, e obviamente eu vou continuar comprando garrafas que cabem no bolso – minha conta bancária ainda não chegou no nível do meu bom gosto.

Enfim, escrevi todo esse post porque acho que estava na hora de fazer jus ao “Wine” de “Of Women and Wine”. Até agora no blog só tínhamos visto “of Women”, haha. Quero continuar escrevendo sobre isso conforme for aprendendo mais, e espero que agrade 🙂 Mais uma vez, obrigada por ter lido!!

sign-ane

Se você gostou desse post, não se esqueça de curtir a gente no facebook ou seguir no wordpress, assim você nunca perde nada 😉 ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s