O que aconteceu quando eu escrevi todos os dias de maio aqui

Lá no começo do ano eu defini algumas metas para 2017. A ideia era crescer como pessoa até o final do ano, trabalhando características que eu admirava mas não possuía. Acabei dividindo algumas metas por mês porque há evidências científicas que esse período é o suficiente para criar um hábito saudável. (Se você não sabe do que eu estou falando, defini as metas aqui)

Até o mês de maio, tudo tinha corrido bem. Apesar de uns deslizes aqui ou ali, foi tranquilo “atingir” as metas em um nível satisfatório. E para esse mês eu deveria escrever no blog todos os dias, o que não é difícil porque eu adoro escrever e tenho muito a falar, certo? Não. Na verdade, acho que eu quase surtei com essa obrigação.

Primeiro porque eu uso esse blog como refúgio, como meu cantinho gostoso do dia. É uma ferramenta de catalogar experiências, de desabafar, de ter um diário mesmo. E é muito bom que cada vez mais pessoas acompanhem, porque daí todas as nossas experiências se complementam, mas isso é pra ser consequência, sabe? Tudo o que eu não queria é que meu cantinho de refúgio virasse obrigação, até que eu me vi atrasando o rolê do sábado à noite para terminar um post qualquer só para o dia não passar em branco. Chato, né?

Às vezes eu queria escrever um post sobre relacionamentos muito mais elaborado, mas como esses exigem tempo eu acabava empurrando para depois. Fazer resenha é *muito* mais rápido, porque é só tirar umas fotos e falar o que eu achei do produto. Fim. Por isso, achei que a qualidade do conteúdo esse mês não foi tão legal quanto eu esperava.

É claro que não foi de todo mal. Inclusive, teve algumas coisas muito legais que aconteceram nos últimos 31 dias por aqui: o número de seguidores aumentou, o número de pessoas que visitam em outros países também. Saímos de 26 países em abril para 42 em maio. Países que não visitavam tão frequentemente acabaram voltando mais vezes, como Portugal, Reino Unido, Itália e Japão que super cresceram no ranking de visitas! E até Bangladesh e Madagascar estiveram aqui, hahaha! Olha que lindo o mapinha (quanto mais forte for o amarelo, mais visitas daquele país):

Países
Em cima, Abril. Embaixo, Maio. Obrigada ❤

Além disso, foi um ótimo momento de autorreflexão. De 31 posts, 17 foram sobre produtos que eu possuía, e a fila deles parece que não diminui. Foi uma hora de colocar a mão no coração e pensar que ter tanta coisa não é saudável. Acabei doando muita coisa, e repensando um pouco a minha abordagem com cosméticos. Várias vezes quando eu ia sair ou encontrar com alguma amiga, levava um perfume gostoso que eu não usava, ou um batom bonito que eu achava que combinava com ela. Nesse aspecto foi bom para todo mundo 🙂

Por fim, entreguei a meta com sucesso. O Pedro, que muitas noites me esperou terminar de escrever para abrir uma garrafa de vinho, disse que foi legal da minha parte ter seguido firme escrevendo. Foi mesmo, pois apesar dos pesares, isso tudo me levou sim ao propósito maior desse desafio de 2017: ser uma pessoa melhor.

Agora eu volto a postar em um ritmo menos louco, tá? Por favor, volte sempre! E muito, mas muito, mas muito obrigada por ter sido uma das pessoas pintadinhas daquele mapa lá de cima 🙂 ❤

sign-ane

Se você gostou desse post, não se esqueça de curtir a gente no facebook ou seguir no wordpress, assim você nunca perde nada 😉 ❤

Anúncios

Um comentário sobre “O que aconteceu quando eu escrevi todos os dias de maio aqui

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s