10 músicas pra quem quer curtir a fossa

Então, não estou na fossa profunda, mas posso dizer que há uma dorzinha no meu coração nesse momento haha nada muito grave. Só que esse leve sentimento de tristeza me fez lembrar de outras bads, que me lembrou da minha playlist pra ouvir na fossa, então pensei ‘poxa, seria legal fazer um post sobre isso!’ et voilà!

Taylor Swift manja dos bad relationships! Créditos: https://tutorialdevida.wordpress.com/

Primeiro, estou me referindo à bad amorosa, desilusão, coração partido. Seja por aquele casinho que durou algumas semanas, seja pelo grande amor que se acabou depois de 7 anos, quando a gente tá na fossa, o sofrimento é o mesmo, né? Segundo, eu sou do tipo que curte a fossa, acho que faz parte, pra você refletir sobre tudo que aconteceu, ver onde você errou, onde o outro errou, aprender o que fazer diferente na próxima vez, sei lá, se perder nos pensamentos acerca do amor, acho que ajuda bastante a aceitar o fim (ou não).

Vamos então à minha seleção de 8 músicas + uma sugestão da Ane e uma da Bá. Os títulos estão com link pras letras das músicas.

1) Do I Wanna Know? – Arctic Monkeys

Gente, o que falar dessa música e desse clipe? Quando ouvi pela primeira vez, eu estava numa MEGA fossa, me identifiquei com a letra do início ao fim, essa pergunta não saía da minha cabeça, fora muitas outras passagens como “Ever thought of calling when you had a few?” – quem nunca? Curiosidade: é a mais tocada no meu iTunes, com 184 plays!! haha acho que alguém tava na bad MESMO! Enfim, não vou me estender, a batida é foda, a voz do Alex Turner é foda, esse cd é foda! Aliás, coloco aqui essa música, mas o cd inteiro pra mim é uma bad total, recomendo “Why’d you only call me when you’re high”, “Fireside” e “I wanna be yours” viiiish bad bad bad!

2) Habits (Stay High) – Tove Lo

Outro clipe que combina perfeitamente com a música. Quando minha amiga mandou o link pra eu ver, foi identificação na hora, ok, talvez não com a parte de stay high all the time, mas deu pra entender a mensagem né? Quem nunca foi pra balada afogar as mágoas, tentou ficar com outras pessoas pra ver se esquecia a antiga, acha que se divertiu um monte mas chega em casa pra dormir e se sente na merda? Poizé…

3) Tears Always Win – Alicia Keys

Ai Alicia, eu ouço essa música e compartilho do sentimento com ela, por isso que música é arte né! Olha, já chorei muito ouvindo essa viu, sei nem o que falar: “These lips are missing you, ‘cause these lips ain’t kissing you” aiai que sofrência! E as lágrimas sempre vencendo…

4) Somebody That I Used to Know – Gotye ft. Kimbra

Essa música pode até ser manjada, mas se tem uma coisa triste sobre finais de relacionamentos, é isso: a pessoa que um dia você conheceu tão bem, se tornar um estranho. Mesmo pra relacionamentos que acabam bem, nunca mais será a mesma coisa, claro, mesmo porque acabou, mas né, fica um tiquinho de saudade do que um dia já foi muito legal, não?

5) Azul da Cor do Mar – Tim Maia

Essa música nem é necessariamente sobre amor ~eu acho~ mas ela me deixa muito triste e ao mesmo tempo dá esperança. Tim Maia foi um cara foda! Acho essa passagem “Na vida a gente tem que entender, que um nasce pra sofrer, enquanto o outro ri” sensacional, me ajuda muito a aceitar que merda simplesmente acontece, saca? E depois ele fala que quem sofre tem que procurar ter motivos pra sonhar…real demais, queisso!

6) I’d Rather go Blind – Etta Jones

Olha migs, falar pra você que o motivo desse post é algo parecido com essa situação aqui, preferia não ver meu antigo amorzinho ~que estava superado mas aparentemente não está~ com a moça atual, então é por isso que essa música entra na lista! E vamos combinar, Etta Jones né!

7) Love is a Losing Game – Amy Winehouse

Mais uma mulher que cantou tanto sobre bads, né mesmo? Porque sim, o amor é um jogo, e um jogo que perdemos grande parte das vezes, fazer o que? Continuar jogando, eu diria.

8) Chão de Giz – Zé Ramalho

CARACAAA quase esqueci dessa música! Não gente, parem tudo, essa música! Maravilhosa, fodástica, Zé Ramalho é um poeta. Eu não vou falar nada, ela é pura tristeza, desilusão e superação. A interpretação da letra você encontra aqui.

9) Sometime Around Midnight – The Airborne Toxic Event (Sugestão da Ane)

Eu odeio ficar na fossa. Evito ao máximo lidar com sentimentos, e prefiro ouvir música sem sentido e assistir Tarantino (tenho uma playlist no Spotify só pra momentos “não quero ter coração”). Mas tem horas que não dá, e foi num desses momentos de vulnerabilidade no início do ano passado que eu ouvi essa música pela primeira vez. Pronto. Cada vez que eu ouço ela tenho vontade de encher o pulmão e cantar junto com o Mikel sobre o dia que ele viu uma ex num bar (e sim, a letra é autobiográfica, dá pra ver a história dela aqui).

Mesmo estando feliz e contente, parece tão genuína e tão desesperada a progressão da música, que qualquer pessoa se identifica com as dores dele. Depois passa, mas por 5 minutos #somostodosMikel. E é linda, a música é linda. Linda mesmo! ‘You just have to see her, just have to see her, just have to see her, you know that she’ll break you in two’

10) You Oughta Know – Alanis Morissette (Sugestão da Bá)

Sabe aquele ideal budista sobre amor genuíno, que é totalmente diferente do apego – sendo este último o que causa sofrimento nas relações (e, ao meu ver, daí vem a bad também)? Sim? Ótimo, você é das minhas. Não? Tudo bem, também. O que seria do mundo se todos fôssemos iguais.

Em todo caso, você pode assistir a esse vídeo e saber mais sobre o assunto. Vale a pena e é muito mais qualidade de vida quando você passa a pensar (ou pelo menos tenta pensar) como é mostrado. Acontece que, mesmo querendo muuuito, não é 100% das vezes que eu consigo filosofar  desse jeito (até porque se conseguisse, poderia ser uma monja), e essa música é exatamente para esses momentos.

Alanis até tenta: “I want you to know, that I’m happy for you; I wish nothing but the best for you both”. Mas não consegue. Quem nunca? Um momento de liberdade pra extravasar a maldade que existe dentro de nossos seres. ;p

Bom, é claro que 10 músicas não são suficientes para todas as horas de choro que nós queremos ter, não é mesmo? Também vale mencionar outros artistas profissionais da bad como: Adele, Lana del Rey, Muse, Radiohead, Coldplay. A pedido da Ane, também deixo menção honrosa para Payphone, do Maroon 5, porque a letra mexe muito com ela, pra mim o ritmo é feliz demais pra fossa, mas concordo que a letra tem a ver.

Quem quiser mais músicas pra curtir a tristeza, pode ouvir minha playlist no Spotify! Espero que tenham gostado, realmente desejo que todos nós não tenhamos tantas fossas pra curtir, mas caso aconteça, é só dar o play! 😉

Tem uma música que você acha PER-FEI-TA pra fossa? Deixa aí nos comentários! E se você gostou desse post, não se esqueça de curtir a gente no Facebook!

Beijos!

sign-flora

Anúncios

8 comentários sobre “10 músicas pra quem quer curtir a fossa

  1. Flora maravilhosa, eu tenho algumas brasileiras !!

    Martnalia – Depois cura. Essa morde e assopra, é um acalentozinho. Aliás, se tem um povo cujo coração é saco de pancada, é o povo do samba. recomendo se afundar no samba.

    Leandro e Leonardo – Não Aprendi Dizer Adeus. hahaahahahah não pode faltar, favor escutar a letra extremamente sábia.

    No Doubt – Don’t speak. Preciso falar alguma coisa?

    Cranberries – Linger. I thought nothing could go wrong, but I was wrong.

    **Marisa Monte – O que me Importa. O que me importa essa tristeza em seu olhar, se o meu olhar tem mais tristeza pra chorar que o seu?

    Pitty – na sua estante. Essa não pode faltar, sério

    Cazuza – A vida é um moinho. Olha aqui o Cazuza em negação, querendo que a moça pense direito no q ta fazendo. quem nunca né?

    ***Los Hermanos – Fingi na Hora rir. Sofro por saber que não sou eu quem vai te convencer que cada dia a mais é um a menos pro encontro acontecer.

    Chico Buarque – Trocando em Miudos. Chicão manjando dos paranauê pra variar, essa dói pra cacete pq fala dos miúdos da separação. “Eu bato o portão sem fazer alarde / Eu levo a carteira de identidade / Uma saideira, muita saudade / E a leve impressão de que já vou tarde”

    Reginaldo Rossi – Garçom. hahaahahahahaha quero tomar todas, vou me embriagar, se eu pegar no sono me deite no chão.

    Curtir

    1. Siiim Sarah, dps lembrei de Los Hermanos, é bem bad tb! Nossa esse tipo de post é muito difícil de fazer, pq dps vc vai lembrando de mtas músicas que mereciam destaque! haha valeeu pelo comment! 😉

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s